O Presidente da Câmara Municipal de Esposende visitou, hoje, o edifício sede da Escola Profissional de Esposende (EPE). Benjamim Pereira, que se fez acompanhar da Vereadora da Educação, Alexandra Roeger, foi recebido pelo Presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Zendensino, João Figueiredo, e pela Diretora Pedagógica da Escola Profissional de Esposende, Alexandra Vilar.

A visita teve como propósito verificar o andamento dos trabalhos de substituição da cobertura da Escola Profissional de Esposende e abordar os projetos da Zendensino, onde o Município detém a maior representatividade.

Correspondendo a um investimento próximo dos 158 000 euros, as obras em curso visam a beneficiação das instalações onde a EPE se encontra em atividade desde o ano 2000, um edifício centenário a necessitar de intervenção, no sentido de melhorar as condições de conforto e de trabalho para a comunidade educativa. As obras decorrem a bom ritmo, devendo estar concluídas, tal como previsto, no próximo mês de agosto, não condicionando, portanto, o início do novo ano letivo.

Os responsáveis da Escola Profissional de Esposende tiveram oportunidade de discutir com o Presidente da Câmara Municipal algumas questões relativas à obra em curso, bem como a necessidade de realização de outras melhorias, a concretizar numa próxima intervenção.

Na visita foi igualmente abordada a questão da instalação do Centro Tecnológico Especializado (CTE) na área de Restauração e Alojamento Hoteleiro, a concretizar no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Em causa está um investimento de aproximadamente 1,6 milhões de euros, mais IVA, que possibilitará concretizar a requalificação de um edifício para criação de novos Restaurante e Cozinha Pedagógica, bem como a remodelação e renovação do restaurante e cozinha pedagógica existentes, sendo que a intervenção contempla também o apetrechamento destes espaços, no que se refere a mobiliário, equipamento, hardware e software. Está igualmente prevista a criação de quarto/alojamento piloto e receção, de cinco estúdios de aprendizagem para os cursos profissionais do CTE e de uma sala de aplicação prática – usada para demonstrações práticas, showcookings, palestras, apresentações, seminários. O financiamento engloba, ainda, a modernização da infraestrutura tecnológica e a melhoria das condições de acessibilidade com rampas de acesso e plataforma elevatória.

O Presidente da Câmara Municipal reforçou a importância da instalação deste Centro Tecnológico Especializado, que, a par do da Escola Secundária Henrique Medina, possibilitará aumentar a capacidade de resposta do sistema educativo e formativo no território concelhio.

Benjamim Pereira saudou o excelente trabalho que está a ser desenvolvido pelo recém-empossado Conselho de Administração da Zendensino, liderado por João Figueiredo, contribuindo para o engrandecimento da instituição e para uma maior e melhor oferta educativa da Escola Profissional. Manifestou, de resto, total confiança na equipa que assumiu a liderança da Zendensino, onde se insere também a Escola de Música de Esposende, considerando que “Esposende, enquanto Município Educador, cumpre o seu papel fulcral no desenvolvimento sustentado do território, contribuindo, assim, para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU.

João Figueiredo agradeceu a Benjamim Pereira a confiança em si depositada e na restante equipa e agradeceu o “apoio do Município, determinante para a execução dos projetos traçados, que contribuirão, certamente, para a construção de um concelho mais desenvolvido e atrativo”.

Comentários Facebook

Comentar

Também poderá gostar de ler

Esposende vai criar rede de recolha de óleos alimentares usados

O Município de Esposende vai dotar o concelho