Cumpre esclarecer que a Guarda Nacional Republicana tomou conhecimento da circulação de uma mensagem de telemóvel fraudulenta em nome da Guarda Nacional Republicana (GNR). Várias pessoas têm recebido, no seu telemóvel a mensagem “A sua viatura consta para apreender a partir de hoje por coima em atraso pague agora” indicando em seguida, uma entidade, referência e valor para pagamento supostamente pertencente à Guarda Nacional Republicana, para evitar a apreensão.

Importa esclarecer que esta mensagem é “FALSA” e pressupõe um tentativa de burla, pois a GNR não envia mensagens de telemóvel para efetuar pagamentos, pelo que se receber esta SMS deverá denunciar e informar de imediato as Autoridades Policiais.

Atento a este tipo de ocorrências, a Guarda Nacional Republicana reforça que:

·         Não aceite métodos de pagamento que desconhece nem siga instruções de estranhos;

·         Informe-se primeiro sobre qualquer serviço novo de pagamento junto do seu banco;

·         Nunca adicione/associe um número de telemóvel que não seja o seu ou que desconhece a serviços bancários;

·         Não forneça dados confidenciais ou pessoais via correio eletrónico ou SMS;

·         Não siga ligações recebidas via correio eletrónico ou SMS;

·         Verifique o extrato da sua conta bancária com regularidade.

 Em caso de burla, a vítima deverá denunciar o crime ao posto policial da área de residência, por forma a que se consiga adequadamente monitorizar e melhor gerir os recursos disponíveis, ou poderá apresentar a referida queixa por via eletrónica, utilizando a plataforma digital constante no endereço https://queixaselectronicas.mai.gov.pt. A denúncia deste tipo de crime é fundamental para auxiliar à sua monitorização.

Comentários Facebook

Comentar

Também poderá gostar de ler

Esposende vai criar rede de recolha de óleos alimentares usados

O Município de Esposende vai dotar o concelho